Pontes rolantes de processo Demag

Novo armazém de papel com processos otimizados

Schoellershammer: fluxo automatizado de material em formato XXL

O cliente

A fábrica de papel independente Schoellershammer, em Düren, é um dos maiores fabricantes de cartão de embalagem. Este é um mercado em grande crescimento, muito causa das vendas online. Foi por isso que a Schoellershammer duplicou a sua capacidade de produção para 500 000 t por ano com a colocação em funcionamento do PM 6, para além de ter modernizado a sua logística de entrada de saída no decurso do investimento.

A tarefa

Os produtos finais da primeira máquina de papel são armazenados num armazém automatizado com duas pontes rolantes de processo da Demag. Para a máquina de papel nova, que produz papel base de gramagem reduzida, deve ser montado um novo armazém de expedição com uma área de aprox. 66 x 30 m e uma capacidade de 12 270 t. Com isto, a Schoellershammer pretende obter um armazenamento e desarmazenamento totalmente automáticos.

A solução

Duas pontes rolantes de processo da série ZKKW da Demag, com uma capacidade de carga de 4,2 t e uma distância entre centros dos carris de 30,42 m garante o transbordo totalmente automatizado dos rolos de papel no armazém novo. As pontes rolantes estão equipadas com acionamentos de translação regulados por frequências. A translação da ponte rolante e do carro atinge velocidades de até 100 m/min, e sem carga de 120 m/min.

A taxa de transbordo do sistema do AL 6 atingiu os 54 rolos por hora durante o armazenamento e desarmazenamento simples. Já perante conjuntos de armazenamento e desarmazenamento simples, é alcançada uma taxa do sistema de um total de 58 rolos. Estes valores nominais foram verificados durante um teste efetuado após a instalação e mostraram estar corretos.

Particularidades

O sistema de gestão do armazém (SGA) da Demag assume nos dois armazéns automatizados o controlo dos processos de armazenagem e desarmazenamento. Este sistema está diretamente ligado ao «Yard Management System» da Schoellershammer. Para integrar destes dois sistemas na perfeição, os especialistas da Demag efetuaram simulações preparatórias do trânsito dos empilhadores e dos camiões na fábrica e testaram, entre outros, várias variantes para o carregamento duplo, isto é, a utilização de ambos os armazéns. Estas e outras medidas de otimização fizeram com que os camiões pudessem, agora, contar com períodos de permanência mais curtos e iniciar a entrega ao cliente mais rapidamente.