Conceito KBK bem estruturado

Precisão e ergonomia na fundição de zinco

Circuitos circulares monocarril KBK transportam zinco líquido na Karl Wagenaar GmbH & Co. KG

O cliente

A Karl Wagenaar GmbH & Co. KG iniciou a sua operação em 1972, com cinco colaboradores, em Heiligenhaus, Alemanha, como prestador de serviços de afiação. A empresa adquiriu uma máquina de fundição sob pressão em 1980 e mudou-se para a vizinha Velbert três anos mais tarde. Desde então, tem vindo a alargar gradualmente a sua produção. Entretanto, cerca de 100 colaboradores, distribuídos por vários turnos e a trabalhar sete dias por semana, produzem zinco fundido sob pressão para todos os setores da indústria, principalmente para a indústria da construção, das fechaduras e das ferragens. Para isto, funde-se aprox. 5000 t de zinco por ano.

A tarefa

A expansão da produção concluída aumenta a capacidade de três para quatro fornos de pré-fusão. O zinco líquido a uma temperatura de 420° tem de ser transportado de forma eficiente, rápida e segura dos quatro fornos para as 26 máquinas de fundição sob pressão.
Até agora, uma estrutura própria com uma viga dupla em T e um carro de translação cumpria esta função. A alimentação de corrente era realizada por cabo de arrasto. Para os colaboradores, isto representava uma tarefa laboriosa já que, nas translações curvas, a alimentação de corrente tinha de ser desligada no conector de encaixe antes da curva e voltada a ligar após a curva. Existia sempre o perigo de a temperatura do zinco líquido baixar e de o lote ficar inutilizado.

Durante o planeamento do pavilhão de produção novo, o diretor da fábrica Christian Schwab e o diretor da fundição Recep Tunc salientaram a importância de otimizar a alimentação dos sistemas. A ideia dos dois projetistas era clara: um circuito circular suave e que permite um deslocamento manual com alimentação de corrente contínua. Um conceito de um sistema automatizado já tinha sido descartado durante a fase de planeamento. O risco de um período de inatividade prolongado para a produção de vários turnos é demasiado grande e os aspetos de segurança podem ser melhor garantidos durante uma operação manual.
 
A empresa de construções metálicas Uta Kaminski foi escolhida para o planeamento e execução do circuito circular. As duas empresas são vizinhas e têm boas relações de trabalho. A realização do novo sistema de transporte foi acelerada em parceria com a Demag.

A solução

O monocarril KBK permite alimentar 26 máquinas de fundição sob pressão com zinco líquido proveniente de quatro fornos de pré-fusão. Graças ao sistema modular de ponte rolante KBK da Demag, foi possível permitir produzir as peças retilíneas e as curvas do circuito circular de acordo com os requisitos do cliente. Ao longo dos quase 87 metros de comprimento do circuito circular, dois carros manuais da Demag deslocam os fornos de transporte. A interação dos perfis laminados a frio com uma elevada resistência aliada ao reduzido peso próprio e aos mecanismos de translação do carro com roletes de plástico apoiados em rolamentos de esferas permitem aos colaboradores deslocar com facilidade até 500 kg de zinco líquido.

A linha de contacto integrada no perfil KBK II-R permite o transporte contínuo da carga, também ao longo das duas curvas de 90°.
Os tampões de pré-processamento evitam o perigo de sobrecarga das suspensões se os dois fornos de transporte foram deslocados numa peça do caminho de rolamento. Além disso, o número de suspensões foi duplicado, para aumentar mais os padrões de segurança.

Entrevista com Christian Schwab (diretor da fábrica)
Karl Wagenaar GmbH & Co. KG

42216_2_1
O diretor da fundição Recep Tunc (à esquerda) e o diretor da fábrica Christian Schwab (à direita) são os responsáveis pelo planeamento da produção.
Demag: Sr. Schwab, porque optou pela solução da Demag?

Christian Schwab: Já há anos que colaboramos de perto com a empresa de construções metálicas Kaminski. Na fase de planeamento, o meu colega, o Sr. Tunc, e eu consideramos algumas soluções em conjunto com o Sr. Kaminski. A Demag convenceu-nos principalmente com a alimentação elétrica integrada. Isso permitir-nos-ia ultrapassar o ponto franco da nossa estrutura que estávamos a utilizar. Além disso, estamos atentos às origens das nossas compras. Graças à proximidade da empresa de construções metálicas e à estreita ligação com as vendas da Demag, podemos estar confiantes de que, em caso de emergência, recebemos apoio e peças sobressalentes para o circuito circular.

Demag: Quais as vantagens que salienta em relação aos produtos utilizados da Demag?

Christian Schwab: Por um lado, o novo circuito circular é mais suave e o forno de transporte é mais fácil de transportar para os nossos colaboradores. A transferência do metal fundido para os fornos da máquina é mais fácil à mão. Por outro lado, a linha de contacto integrada é a maior vantagem. Deixamos de ter de usar o cabo de arrasto e, assim, o forno de transporte também pode ser continuamente deslocado em translações curvas. Isto facilita o transporte e permite-nos evitar as diferenças térmicas do zinco.

Demag: Quais os comentários que os colaboradores da fábrica lhe passaram até agora?

Christian Schwab: Ainda não me chegaram quaisquer comentários negativos aos ouvidos! Assumo que isso é um sinal positivo e sublinha que estamos completamente satisfeitos com o novo circuito circular.

Particularidades

A alimentação elétrica integrada proporciona uma transmissão de energia segura e compacta. A versão sem fios permite evitar possíveis colisões. Os colaboradores do cliente podem deslocar os fornos de transporte ao longo de todo o trajeto do circuito circular e concentrar-se apenas no trabalho com o zinco líquido.

O sistema modular de ponte rolante KBK permite ao cliente realizar o trajeto pretendido e, se necessário, pode ser expandido. Para além das peças retilíneas e curvas em vários cumprimentos, podemos considerar agulhas e placas giratórias como opções de expansão, assim como mecanismos de translação do carro elétricos ou, posteriormente, uma automatização parcial ou total.

A facilidade de operação dos componentes da Demag assegura um manuseamento de cargas tanto rápido e seguro, como preciso e simples. Assim, o sistema de ponte ligeira garante ciclos de trabalho eficazes e um aumento da produtividade.